Advogados

Certa tarde, um bem sucedido advogado estava sendo conduzido em sua limusine para seu sitio, quando observou dois homens maltrapilhos comendograma ao lado da estrada. Ele ordenou imediatamente ao motorista que parasse, saiu do veículo e perguntou: – Por que vocês estão comendo grama? – Porque nós não temos dinheiro para comprar comida, respondeu um dos homens. – Bem, você pode vir comigo para o sítio disse o advogado. – Senhor, eu tenho uma esposa e três filhos aqui. – Traga-os também replicou o advogado. – E quanto ao meu amigo?! O advogado virou-se para o outro homem e disse: – Você pode vir conosco também. – Mas, senhor eu também tenho esposa e seis filhos, disse o segundo homem. – Eles podem nos acompanhar também, disse o advogado enquanto se dirigia de volta à limusine. Todos se acomodaram como puderam na limusine, e quando já estavam a caminho, um dos acompanhantes disse: – O senhor é muito gentil. Obrigado por levar-nos a todos com o senhor. O advogado respondeu: – De nada !!! Vocês irão adorar meu sitio. A grama esta com quase um palmo de altura !!!!!

Um advogado e um engenheiro estão pescando no Caribe. O advogado comenta: – Estou aqui porque minha casa foi destruída num incêndio com tudo que estava dentro. O seguro pagou tudo. – Que coincidência! – diz o engenheiro. – Minha casa também foi destruída num terremoto e perdi tudo. E o seguro pagou tudo. O advogado olha intrigado para o engenheiro e pergunta: – Como você faz para provocar um terremoto?

Um advogado casou com uma mulher que havia sido casada oito vezes. Na noite de núpcias, no qarto do hotel a noiva disse: – Por favor meu bem, seja gentil. Ainda sou virgem!!! Perplexo, sabendo que ela havia sido casada oito vezes, o noivo pediu para que ela se explicasse. – Ela respondeu: – Meu primeiro marido era psicólogo. Ele só queria conversa sobre sexo; – Meu segundo marido era ginecologista. Ele só queira examinar o local; – Meu terceiro marido era colecionador de selos. Ele só queria lamber; – Meu quarto marido era gerente de vendas. Ele dizia que sabia que tinha o produto, mas não sabia como utiliza-lo; – Meu quinto marido era engenheiro. Ele dizia que compreendia o procedimento básico, mas que precisava de três anos para pesquisar, implementar e criar um método de utilização; – Meu sexto marido era funcionário público. Ele dizia que compreendia perfeitamente como era, mas que não tinha certeza se era da competência dele; – Meu sétimo marido era técnico de informática. Ele dizia que se estava funcionando, era melhor ele não mexer; – Meu oitavo marido era analista de suporte. Depois de dar uma olhada, ele disse que as peças estavam todas perfeitas, mas que não sabia porque o sistema não funcionava. – Por isso agora estou me casando com um advogado. – Por que eu? – Disse o advogado. – Porque tenho certeza que você vai me foder…

A Madame abriu a porta do puteiro e se deparou um homem alto de pele morena. – No que posso ajudá-lo? – perguntou a Madame. – Gostaria de ver a Natalie – disse o homem. – Senhor, Natalie é uma de nossas meninas mais caras… O senhor não quer ver outra de nossas garotas? – Não, eu quero a Natalie – disse ele. Minutos depois, apareceu Natalie para explicar ao homem que ela iria cobrar R$1.000,00 pela visita. Sem pestanejar, o homem mete a mão no bolso e tira um maço de dez notas de R$100,00 e entrega à moça. Então, os dois subiram para um dos quartos e depois de uma hora o senhor saiu muito tranqüilo e feliz. Na noite seguinte, o mesmo senhor apareceu de novo querendo ver Natalie. Natalie então disse que era muito raro para qualquer visita duas noites seguidas e que nem iria pensar em desconto. Novamente o homem enfiou a mão no bolso e tirou outras dez notas de R$100,00 e, na companhia de Natalie, subiu para um dos quart os e depois de uma hora ele se foi. Quando apareceu pela terceira noite seguida, ninguém podia acreditar. Novamente entregou R$1.000,00 a Natalie e foram os dois para um dos quartos, para mais uma hora. Quando terminaram, não se contendo de curiosidade, Natalie perguntou para o homem: – Ninguém nunca requisitou meus serviços por três noites seguidas. De onde você é? – De Sorocaba – respondeu o homem. – É sério? – disse ela – Minha família é de lá. – Eu sei – disse o homem – Seu pai faleceu e sou o advogado de suas irmãs. Elas me pediram que lhe entregasse sua parte da herança, R$3.000,00… Moral: Há duas coisas no Mundo que não têm pena da gente: a morte e um advogado…

C*UIDADO COM A TESTEMUNHA Numa cidade do interior, o Promotor de Justiça chama sua primeira testemunha, DONA GENOVEVA, uma velhinha de idade bem avançada. Para começar a construir uma linha de argumentação, o Promotor pergunta à velhinha: – Dona Genoveva, a senhora me conhece? Sabe quem sou eu e o que faço? – Claro que eu o conheço, Vinícius! Eu o conheci bebê.As pessoas só choravam, deveria ser pelo pintinho pequeninho que você tinha. E, francamente, você me decepcionou. Você mente, você trai sua mulher, você manipula as pessoas, você espalha boatos e adora fofocas. Você acha que é influente e respeitado na cidade, quando na realidade você é apenas um coitado.Nem sabe que a filha esta grávida, e pelo que sei, nem ela sabe quem é o pai. Ah, se eu o conheço! Claro que conheço! O Promotor fica petrificado, incapaz de acreditar no que estava ouvindo. Ele fica mudo, olhando para o Juiz e para os jurados. Sem saber o que fazer, ele aponta para o advogado de defesa e pergunta à velhinha: – E o advogado de defesa, a senhora o conhece? A velhinha responde imediatamente: – O Robertinho? É claro que eu o conheço! Desde criancinha. Eu cuidava dele para a Marina, a mãe dele,pois sempre que o pai dele saia, a mãe ia pra algum outro compromisso. E ele também me decepcionou. É preguiçoso, puritano, alcoólatra e sempre quer dar lição de moral nos outros sem ter nenhuma para ele. Ele não tem nenhum amigo e ainda conseguiu perder quase todos os processos em que atuou. Além de ser traído pela mulher com o mecânico… com o mecânico!! Neste momento, o Juiz pede que a senhora fique em silêncio, chama o promotor e o advogado perto dele, se debruça na bancada e fala baixinho aos dois: – Se algum de vocês perguntar a esta velha, filha da pu*a, se ela me conhece, vai sair desta sala preso! Fui claro?

Aluno de Direito ao fazer prova oral: – O que é uma fraude? – É o que o senhor professor está fazendo – responde o aluno. O professor fica indignado: – Ora essa, explique-se. Então diz o aluno: – Segundo o Código Penal, ‘comete fraude todo aquele que se aproveita da ignorância do outro para o prejudicar’

O que acontece quando você enterra seis advogados na areia até o pescoço? R: Falta areia.

O sujeito chega no escritório de seu advogado: – Quero falar com meu advogado! A secretária responde: – Seu advogado morreu! No dia seguinte o sujeito volta e diz novamente: – Quero falar com meu advogado! – Já falei que seu advogado morreu! – responde a secretária. No dia seguinte, a cena se repete e a secretaria perde a paciência: -Quantas vezes vou ter que dizer pro senhor que seu advogado morreu? – Desculpe, mas é que eu adoro ouvir isso!

Um açougueiro entra no escritório de um advogado e pergunta: – ‘Se um cachorro solto na rua entra num açougue e rouba um pedaço de carne, o dono da loja tem direito a reclamar o pagamento do dono do cachorro?’ – ‘Sim, é claro’ — responde o advogado. ‘ Então você me deve 8 reais. Seu cachorro estava solto e roubou um filé da minha loja’ Sem reclamar, o advogado preenche um cheque no valor de 8 reais e entrega ao açougueiro. Alguns dias depois, o açougueiro recebe uma carta do advogado, cobrando 200 reais pela consulta.

Enterrado em dívidas, aquele advogado resolve se suicidar. Vai no meio da rua, joga um litro de gasolina sobre o corpo e quando vai atear fogo, uma mulher o segura pelo braço. – Não faça isso não, seu moço! – Diz ela, comovida com a dramática situação. – Se o problema é dinheiro, a gente vai dar um jeito! Ela pega uma sacolinha e começa a abordar os carros pedindo auxílio. Vinte minutos depois ela volta com a sacolinha quase cheia. – Quanto você conseguiu? – Pergunta o advogado, ansioso. E ela: – Não muita coisa! Uns quinze isqueiros e 6 caixas de fósforos!

Um homem entra num escritório de advocacia e pergunta sobre os honorários para consultoria. – Cinqüenta dólares por três perguntas – responde o advogado. – Mas não é um pouco caro? – pergunta o homem. – Realmente é – responde o advogado. Qual é sua segunda pergunta?

O padre precisava com urgência de dinheiro para as obras assistenciais da paróquia e resolve ligar para o advogado famoso da região, homem rico, porém muito pão-duro. – Muito bem – responde o advogado, após ouvir o discurso do pároco – o senhor parece conhecer muito bem meu patrimônio e minha renda, mas com certeza desconhece outros detalhes da minha vida. O senhor sabe, por acaso, o valor do tratamento de minha filha excepcional? – Pergunta o advogado. – Hmmm, não, não sei… – responde o padre, constrangido. – E o senhor sabe, por acaso que eu tenho também um filho cego e tetraplégico? – Prossegue o advogado. O padre não consegue nem falar, tamanho o constrangimento. – E o senhor sabe também – continua o advogado, já muito irritado – que o marido da minha irmã morreu num acidente de trânsito deixando-a com três filhos e sem um tostão? – Desculpe, realmente não sabia… – diz o padre, morrendo de vergonha. – E você acha que se eu não dou um tostão para eles, vou dar para suas obras?

Com a roupa suja de sangue e respiração ofegante, o cliente entra esbaforido no escritório do advogado: – Doutor, doutor! O senhor precisa me ajudar! Acabo de matar minha mãe! E o advogado, tranquilamente: – Peraí… não é bem assim! Estão dizendo que você matou sua mãe…

O filho, advogado recém-formado, chega todo sorridente para contar a novidade ao pai, advogado titular do escritório: – ‘Papai, papai! Em um dia, resolvi aquele processo em que você esteve trabalhando por dez anos!’ O pai aplica um safanão na orelha do filho e berra: – ‘Idiota! Esse processo é que nos sustentou nos últimos dez anos!’

Em outra audiência, o juiz pergunta ao réu: – ‘O senhor não trouxe o seu advogado?’ – ‘Não, meritíssimo! Eu não tenho advogado. Resolvi falar a verdade!’

Chegaram juntos ao céu um advogado e um papa. São Pedro mandou o advogado se instalar em uma bela mansão de oitocentos metros quadrados, no alto de uma colina, com pomar, piscina etc… O papa, que vinha logo atrás, pensou que seria contemplado com um palacete. Mas ficou pasmo quando São Pedro disse que ele deveria morar numa kitchnete na periferia. Irritado, o santo padre observou: – Não estou entendendo mais nada! Um sujeitinho medíocre como esse, simples advogado, recebe uma mansão daquela e eu, Pontífice da Igreja do Senhor, vou morar nessa espelunca?! Ao que São Pedro respondeu: – Espero que Sua Santidade compreenda! De papa, o céu está cheio, mas advogado, esse é o primeiro que recebemos!

Dois advogados estão saindo do Fórum, quando um vira para o outro e diz: – E então, vamos tomar alguma coisa? E o outro prontamente responde: – Vamos, de quem?

O advogado, no leito de morte, pede uma Bíblia e começa a lê-la avidamente. Todos se surpreendem com a conversão daquele homem e perguntam o motivo. O advogado doente responde: – ‘Estou procurando brechas na lei.’

Quais são as três perguntas mais feitas pelos advogados? R: 1. Quanto dinheiro você tem? 2. Onde você pode conseguir mais? 3. Você tem alguma coisa que pode vender?

Você está dirigindo em um deserto e vê o fernando Collor de um lado da estrada e do outro um advogado, quam você atropela primeiro? R: O Collor, primeiro a obrigação, depois o divertimento. Você está em um quarto com o Collor, PC Farias, um advogado e um 38 com 2 balas, em quem você atira? R: No advogado, 2 vezes.

O que você tem quando cruza um advogado com um bibliotecário? R: Toda informação que você precisa, mas você não vai entender uma palavra do que ele diiser.

Após o depoimento da testemunha da defesa, o advogado de acusação lhe diz: – Devo parabenizá-la pela sua inteligência! – Obrigada! – a testemunha diz – Eu só não retribuo a gentileza, porque estou sob juramento!

Dois advogados, pai e filho, conversam: – ‘Papai! Estou desesperado. Não sei o que fazer. Perdi aquela causa!’ – ‘Meu filho, não se preocupe. Advogado não perde causa. Quem perde é o cliente!’

Em uma noite chuvosa, dois carros se chocam em uma estrada. Um pertencia a um advogado, o outro a um médico. Ao sair de seu automóvel, o médico, preocupado, se dirige ao carro do advogado e pergunta se ele está ferido, examina-o brevemente e constata não haver nada de grave. Só então os dois passam a verificar o estado dos carros e como se deu a batida. Chegam a conclusão de que não havia como escapar do acidente na situação em que tinha acontecido: a estrada estava molhada, escura e mal sinalizada. Como, todavia, o advogado já tinha ligado para a policia rodoviária, resolveram ficar esperando enquanto a viatura não chegava, para avisar aos policiais que cada um ia assumir seus prejuízos. Conversa vai, conversa vem, o advogado vai ficando íntimo do médico e até lhe oferece uísque. O médico aceita, bebe três goles longos e pergunta: – ‘E você, amigo, não vai beber?’ O advogado responde: – ‘Só depois que a policia chegar’.

O que é preto e marrom e fica bem em um advogado? R: Um doberman.

Certo dia estavam dois homens caminhando por um cemitério quando se depararam com uma sepultura recente. Na lápide lia-se: ‘Aqui jaz um homem honesto e advogado competente’. Ao terminar a leitura um virou-se para o outro e disse: ‘Desde quando estão enterrando duas pessoas na mesma cova?’

P.: Por que a Ordem dos Advogados proíbe relações sexuais entre advogados e seus clientes? R.: Para evitar que seus clientes sejam cobrados duas vezes por um serviço essencialmente similar.

Um advogado entra num caixa automático com um sofisticado sistema de segurança. Assim que introduz o cartão, dispara um alarme e uma gravação: – Ladrão, ladrão, ladrão! – Porra! – O advogado exclama – Coloquei meu cartão profissional em vez do cartão do banco!

Qual a diferença entre uma pulga e um advogado? R: Um é um parasita que suga seu sangue até o fim, e o outro é um inseto.

Boas notícias: Um ônibus cheio de advogados caiu do abismo. Mas notícias: Tinham três cadeiras vazias.

Certo dia estavam dois homens caminhando por um cemitério quando depararam-se com uma sepultura recente. Na lápide lia-se: ‘Aqui jaz um homem honesto e advogado competente’. Ao terminar a leitura um virou-se para o outro e disse: – Desde quando estão enterrando duas pessoas juntas na mesma cova?

No tribunal, o advogado interroga o réu: – Vou lhe mostrar a Prova 3 e peço que reconheça a foto. – Este sou eu. – Você estava presente quando esta foto foi tirada?

Dois peões estavam caminhando pela beira de uma estrada poeirenta, voltando de uma das fazendas onde haviam trabalhado duro o dia inteiro, quando o filho de um famoso juiz, que vinha a toda a velocidade na sua picape importada, atropela os dois com toda a violência. Um deles atravessou o para-brisa e caiu dentro do carro, enquanto o outro voou longe. Três meses depois eles saíram do hospital e, para surpresa geral, foram direto para a cadeia. Um por invasão de propriedade alheia e o outro por se evadir do local do acidente.

O instituto Pasteur decidiu que ao invés de usar ratos em pesquisas eles usariam advogados, eles tiveram três razões para decidi-lo: 1. Existem no momento mais advogados que ratos. 2. Os pesquisadores não ficam tão ligados emocionalmente aos advogados do que eles ficavam com os ratos. 3. Não importa o que você tem, tem coisas que nem os ratos fazem.

Por que minas tem mais advogados e São Paulo mais depósitos de lixo tóxico? R: São Paulo escolheu primeiro.

O que você precisa quando tem cinco advogados enterrados até o pescoço no concreto? R:Mais concreto.

Um advogado e o Collor pulam de um edifício de 100 andares, qual chega primeiro? R: Quem se importa?

Os anjos estavam jogando uma partida de futebol quando, de repente, a bola atravessa o muro e vai pros quintos dos infernos, quebrando uma das vidraças. Alguns minutos depois, um sujeito todo endiabrado toca a campainha. – Pois não? – pergunta-lhe um anjo, abrindo a porta. – Aqui está a bola de vocês! Fique sabendo que ela quebrou uma das nossas vidraças e nós queremos receber o prejuízo, senão vamos processá-los. – Bem, eu… – fez o anjo, surpreso. – Acho que seria melhor eu discutir diretamente com um dos seus advogados. – Não, não é necessário, nós vamos pagar! Felizmente, aqui nós não temos advogados!

P.: Por que as piadas de advogado não funcionam? R.: Porque os advogados não acham graça em nenhuma delas e as outras pessoas não acham que são piadas.

Custas processuais é aquilo que o advogado cobra do cliente, além do que foi combinado.

Qual a diferença entre um advogado e uma sanguessuga? R: A sanguessuga vai embora quando sua vítima morrer.

Qual a diferença entre um advogado e um Juiz de Boxe? R: O juiz não recebe mais por uma luta mias longa.

Você sabe como salvar cinco advogados que estão se afogando? R: Não – ótimo!

Por que os advogados não vão à praia? R: Para os gatos não enterrarem eles.

Dois advogados, sócios de uma consultoria, estão almoçando, quando de repente um deles salta da cadeira e diz: – Puxa vida, esquecemos de trancar o escritório! – Não faz mal – responde o outro. – Estamos os dois aqui!

Sabe qual a diferença entre Juizes de Primeira Instância e os de Segunda? Os primeiros pensam que são Deus…. Os outros já têm certeza!!!

Qual a diferença entre uma cobra e um advogado? R: Você pode fazer da cobra um bicho de estimação.

Qual a diferença entre um advogado e um peixe-gato? R: Um vive nas profundezas se alimentando de lixo e o outro é um peixe.

Qual a diferença entre um advogado e uma cebola? R: Você chora quando mete a faca na cebola.

Quantos advogados são necessários pra trocar uma lâmpada? R: Quantos você pode pagar?

Como você sabe que um advogado está mentindo? R: Os lábios dele estão se mexendo.

O que os advogados usam como controle de natalidade? R: A personalidade deles.

Como foi inventado o fio de prata? R: Dois advogados brigando por uma moeda.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s