Carreira

Uma senhora pega um táxi e indica a direção do hotel onde está hospedada. O taxista, por incrível que pareça, nada disse durante todo o percurso, até que a senhora resolveu fazer-lhe uma pergunta e tocou levemente em seu ombro. Ele gritou, perdeu o controle do carro e, por pouco, não provocou um acidente de terríveis proporções !!! Com o carro sobre a calçada, a senhora, asustadíssima, virou-se para o taxista e disse: – Francamente, como é que eu ia saber que você dirige tão displicentemente ao ponto de quase ter um tréco por conta de um simples toque no ombro ??? … – Não me leve a mal, senhora, mas, é que esse é o meu primeiro dia como taxista !!! – E o que o senhor fazia antes disso ??? … – perguntou ela … – Eu, Por 25 Anos, Fui Motorista De Carro Funerário !!!

O sujeito entra num bar, senta-se à uma mesa e logo um garçom aparece para atendê-lo. – Boa noite, o que o senhor toma? – Eu tomo vitamina C pela manhã, o ônibus para ir ao serviço e uma aspirina quando tenho dor de cabeça. – Desculpe, mas acho que não fui claro. Eu quis dizer o que é que o senhor gostaria? – Ah! Tudo bem! Eu gostaria de ter uma Ferrari, de comer a Feiticeira e mandar a minha sogra para o inferno. – Não é nada disso, meu senhor! – Continuou o garçom, ainda calmo. – Eu só gostaria de saber o que o senhor deseja beber. – Ah! é isso? Bem… o que é que você tem? E o garçom: – Eu? Nada, não! Só tô um pouco chateado porque o meu time perdeu pro São Caetano!

Três médicos estão contando casos de reimplante de membros em seus respectivos países: um alemão, um russo e um brasileiro. O médico alemão: – Tivemos um jogador de futebol do Munich que perdeu uma perna em um desastre de automóvel. Usamos nossa sofisticadíssima técnica de reimplante Auschwitzmember e hoje ele é o artilheiro do time! O médico russo: – Pois conosco foi um jogador de vôlei que perdeu um braço. Usamos a técnica soviética Bolsheviknyetnyet de reimplante e hoje ele joga na seleção! O médico brasileiro: – No nosso caso um homem teve a cabeça decepada. Usamos a técnica verdeamarela chamada Jeitim, implantamos uma abóbora e enchemos de mer*da. – Fantástico. É atleta o paciente? – Não, por enquanto é governador, mas já é candidato a presidente!!

O piloto do avião abre o microfone e fala: – Srs. Passageiros, vamos agora voar a 35 mil pés. Caso ocorra alguma pequena turbulência, não se assustem que isso é normal, pois estamos passando por cima de uma tempestade. Esquecendo de desligar o microfone, ele ainda fala para o co-piloto: – Tudo que eu queria agora é um boquete e uma xícara de café! A comissária, ouvindo isso, corre em direção a cabine para avisá-lo do microfone e então um passageiro grita lá de trás: – Não esquece o café!

Chamado às pressas no meio da noite, o médico chega todo esbaforido na casa de um empresário, cuja esposa estava acamada. – Com licença – diz ele, expulsando todo mundo do quarto. – Preciso ficar só, com a paciente! Apreensivo o marido fica do lado de fora do quarto! Ouve alguns barulhos estranhos e depois de alguns minutos enfia a cabeça pela porta e pergunta ao marido: – O senhor tem um alicate? O marido vai buscar um alicate. A porta torna a se fechar. Mais barulho estranhos e alguns minutos depois, novamente a cabeça do médico aparece na soleira da porta: – O senhor tem uma chave de fenda? Espantado o marido vai buscar a chave de fenda. Passam-se mais alguns minutos: – O senhor tem um serrote? E o marido, desesperado: – Serrote? O caso dela é tão grave assim? – Ainda não sei – sentencia o carniceiro. – Não consigo abrir a minha maleta!

Um médico e um advogado encontram-se em uma festa. – Frequentemente eu sinto terríveis dores de cabeça – comenta o advogado, a certa altura da conversa. – o senhor poderia me dizer qual remédio devo tomar? Meio a contra-gosto, o médico respondeu à pergunta do advogado e em seguida perguntou-lhe: – Como você lida com as pessoas que lhe pedem conselhos profissionais durante uma festa? – É fácil – disse o advogado. – Eu lhe mando a conta no dia seguinte. No outro dia, através de um mensageiro, o médico enviou uma conta de cinquenta reais ao advogado. Pouco depois, ao saber que o menino trouxera o dinheiro, ele ficou todo feliz! Mas sua alegria não durou muito, pois junto com o dinheiro, havia um bilhete do advogado que dizia: ‘O meu conselho ficou em cem reais!’

Em uma feira de carros usados, um comprador chega até o vendedor e pergunta: – Aceita cheque? E o vendedor responde: – Não sendo meu, eu aceito!

O sujeito só tinha um braço e senta-se na cadeira daquela velha barbearia. – Barba e cabelo! – Ordena. Assim que começa a barba o barbeiro faz-lhe um corte no rosto, depois outro no queixo, outro no pescoço; ao acertar o bigode espeta-lhe o nariz; em seguida, começam as tesouradas: no crânio, na nuca, nas orelhas. No final, o barbeiro pergunta: – Você era meu freguês há muito tempo atrás, não é mesmo? – Não, senhor! O braço eu perdi num acidente de automóvel!

A mulher desempregada estava consultando os classificados e decide ligar para um anúncio de faxineira. No final da conversa, a senhora que a atendeu lhe pergunta: – E quanto a senhora espera ganhar por dia? – Ah, por menos de sessenta Reais por dia eu nem saio de casa! – a mulher responde, categórica. – Mas isso é um absurdo! Eu sou professora e não ganho tudo isso! – E por que a senhora acha que eu parei de dar aula?

Como o senhor matou a vítima, sua esposa? – A chifradas, meritíssimo. – Absolvido. Legítima defesa. – Quais foram os cúmplices no roubo? – Eu fiz sozinho, senhor juiz. Hoje em dia tá cheio de safados desonestos por aí e a gente não pode confiar em ninguém! – Membros do Júri, o réu e culpado ou inocente? Antes que o Júri respondesse, uma multidão invade a sala e o líder grita: – Tanto faz, meritíssimo! Nós vamos linchar ele mesmo! Chegou o dia do julgamento daquele americano que roubava tudo o que via pela frente. Todo mundo reunido no tribunal. O juiz olha para o réu e diz: – Quer dizer que além de roubar dinheiro também roubou relógios, anéis e um colar de pérola, Sr. Smith? Por que fez isso? E o Smith, tranqüilamente: – É, sim, meritíssimo. Me disseram que só o dinheiro não traz felicidade!

Um estudante de engenharia estava caminhando no campus de sua faculdade quando viu outro engenheiro subir em uma motocicleta novinha em folha. – Ei! Como você conseguiu essa moto fantástica? – Perguntou o primeiro. – Bem, ontem eu estava caminhando por aqui, quando uma garota muito bonita apareceu com esta moto. Ela desceu, tirou toda a roupa e disse ‘Pegue o que você quiser’. O primeiro engenheiro balançou a cabeça em sinal de aprovação: – Boa escolha! Provavelmente as roupas não iriam te servir.

E aquela do leiloeiro que tomou Viagra: – Dou-lhe uma… dou-lhe duas… dou-lhe três… dou-lhe quatro… dou-lhe cinco…

A cartomante está vendo a sorte de um cliente na bola de cristal: – Vejo uma morena que o fez sofrer muito no passado. Agora vejo uma loira que o fará sofrer muito no futuro. – É minha mulher! Ela pintou o cabelo!

Durante a Revolução Francesa milhares de pessoas foram guilhotinadas. Um dia três homens estão esperando sua execução. Um advogado, um médico e um engenheiro. O advogado vai ser executado primeiro. Ele é levado à guilhotina, o padre o abençoa, e ele coloca o pescoço no cadafalso. O carrasco solta a lâmina, que cai e pára na metade do percurso. O padre, aproveitando a oportunidade, diz imediatamente: – Senhores, Deus não quis que este homem morresse. Temos que libertá-lo. O carrasco concorda e o advogado é solto. O médico é o segundo. Mesmo ritual, e quando a lâmina é solta, ela também pára na metade do percurso. O padre, mais do que depressa, pede para libertá-lo e o carrasco também o atende. Enfim, a vez do engenheiro. O padre o abençoa mas o engenheiro, ao colocar a cabeça no cadafalso, dá uma olhada para cima e diz: – Ah! Já descobri qual é o problema!

Aquele político velho de guerra estava sendo julgado por corrupção. Enquanto transcorria o julgamento, ele aguardava em sua casa nervosamente. De repente, toca o telefone e o advogado encarregado da sua defesa diz, sem esconder a euforia: – Doutor, a justiça foi feita! – Vamos apelar! – responde o político.

A cartomante comunica, sorridente, ao ler a mão do consulente: -Que maravilha! Nenhuma doença na sua vida! -Maravilha coisa nenhuma: eu sou médico!

O sujeito entra num restaurante escoltado por um Pittbull, senta-se e pergunta para o garçom: – Vocês servem advogados aqui? – Mas, claro, meu senhor. – Responde o garçom, desdobrando-se em gentilezas. – Então traz um Spaghetti ao Sugo pra mim e um advogado para o meu cachorro!

O sujeito se apresenta para um emprego de lenhador numa empresa desmatadora da Amazônia, se gabando de ser o melhor lenhador do mundo. O entrevistador olha para a sua figura meio franzina e pergunta desconfiado: – Onde o senhor já trabalhou como lenhador? – No Sahara! – Mas o Sahara é um deserto! – Agora é!

O presidente chamou aquele ministro que já estava com queimaduras de 3o. grau de tanto ser fritado, mas não se tocava: – Que tal você tirar umas férias? Pode escolher até o lugar … Tudo por conta do Tesouro. – Oba, eu quero ir pra Miami e… mas que mapa é esse? – O sistema solar… Pode escolher qualquer planeta menos a Terra, tá?

Diz que o Presidente Collor, que possuía um ego maior que sua conta bancária, logo depois da posse, em meio àquela correria toda, foi para a cama nu mas de gravata e tudo. Ao ver aquilo, Rosane Collor, a primeira dama, exclamou: – Meu Deus! E o Collor: – Tudo bem, Rosane. Em nossa intimidade conjugal pode me chamar de Fernandinho mesmo.

Muito nervoso, o cliente grita: – Garçom, essa sopa está com gosto de inseticida! O garçom responde, inconformado: – Cliente nunca fica satisfeito! Quando tem mosca, reclama. Quando a gente toma uma providência, reclama também!

O careca vai a barbearia para cortar a barba: – Você sabe de um óptimo remédio para fazer nascer cabelo? – Pergunta-lhe o barbeiro. – Qual? – Secreção vaginal! – Ah! Duvido muito! E se esse negócio fosse bom mesmo, você não seria careca! – Mas repara só no tamanhão do meu bigode!

Num daqueles restaurantezinhos sem-vergonha de beira de estrada, o sujeito chama o garçom e reclama: – Este frango está mal passado! E o garçom: – Mas como você sabe? Você nem chegou a experimentar! – É que ele comeu toda a minha salada!

O vendedor estava numa dureza tão grande, havia meses não tirava um pedido, que resolveu ir na igreja se benzer. No caminho de volta, encontrou uma lâmpada mágica no meio da rua. Esfregou-a e de dentro dela saiu um gênio: – Meu amo! O senhor tem direito a três pedidos! – Então peraí que eu vou buscar o meu talão!

Uma menina da profissão mais antiga do mundo com muito bom coração e muito trabalhadora, certa vez, comovida com os apelos das autoridades médicas para doar sangue às vítimas de uma destas catástrofes que se abatem sobre São Paulo, compareceu a um dos postos de colecta de sangue: – Você já doou sangue alguma vez? – Perguntou o médico. – Não, é a primeira vez. – Então precisamos calcular o quanto poderá ser retirado. Quanto você costuma perder durante a menstruação? – Por volta de R$5.000,00.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s